Semana Nacional de Ciência de Tecnologia

De 13 a 19 de Outubro em todo Brasil.

Participe

Brincando e Aprendendo

Participe

XIX Ciência Viva

Circuito de Museus

Não fique de fora das vistas aos museus e parques da cidade.

Colabore

O tema permite que cada instituição veja o trabalho que vem realizando em relação ao desenvolvimento social",

Divirta-se, aprenda

Estamos esperando por você, acompanhe em nosso blog as notícias.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Já Começou 2ª Temporada do Cine Dica!


Aprender ciência assistindo filmes é uma ótima opção!!
Então venha para o o Cine Dica!
No final de cada sessão são realizados debates com professores especializados, à fim de tirar dúvidas, expor e aprender novos conhecimentos.
Confira nossa programação :


quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Circuito de Museus

Neste sábado, dia 25, acontecerá o Circuito de Museus. O evento tem como objetivo estimular a visitação aos Museus da cidade de Uberlândia. A partir das 9 horas, serão disponibilizados ônibus gratuitos para a população em geral, com saída e chegada na Praça Sérgio Pacheco, em frente ao Terminal Central. Os espaços a serem visitados neste dia serão o Parque Municipal Gávea, o Museu Universitário de Arte (MUnA) e o Museu Municipal.
No Parque Gávea, os visitantes terão a oportunidade de conhecer a Trilha Astronômica do Museu Dica; no Museu Universitário de Arte, poderão apreciar as produções artísticas contemporâneas ligadas às artes visuais; e no Museu Municipal, terão contato com parte do acervo de objetos que contam a história de Uberlândia.
O Circuito de Museus faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em Uberlândia. È uma realização do Museu Diversão com Ciência e Arte (Dica), do Instituto de Física (Infis), da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Uberlândia (PMU).
Mais informações podem ser obtidas com a professora Sílvia Martins, pelo telefone (34) 3230-9517.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Vamos passear? Próximo final de semana : Circuito de Museus




Devido ao segundo turno das eleições o Circuito de Museus acontecerá apenas no dia 25 de outubro. O horário e local de saída permanecem conforme programado assim como as visitas: Parque Municipal Gávea e Museu Universitário de Arte e Museu Municipal. 

Como estamos em plena Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, nos próximos dias 25 de outubro temos o Circuito de Museus. A ideia é conhecer os museus que temos na cidade de Uberlândia. A excursão está aberta à qualquer público e teremos ônibus gratuito com saída às 9h da praça do Terminal Central de Uberlândia.


IV Brincando e Aprendendo


Aconteceu na Arena Tancredo Neves (Sabiazinho), nos dias 15 e 16 de outubro, das 8h às 17h, o "Brincando e Aprendendo". O evento tem ensina as crianças através de brincadeiras que estimulam o aprendizado interdisciplinar nas escolas.

Veja algumas fotos do evento:



Abertura SNCT -2014 em Uberlândia

Aconteceu no dia 13 de outubro, no Teatro Rondon Pacheco, das 18h às 21h,  a abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. O evento foi aberto ao público e contou com a apresentação da peça Simbá e o Marujo, do Grupo Trupe de Truões, e da dança contemporânea Duas Marias gotejando, do Grupo Zanza. Estiveram presentes alunos, professores e pais. O evento contou ainda com cerimonial com banca de professores e organizadores da Semana.


Veja as fotos:
Banca da abertura da SNCT-2014. Foto: Gilberto Pereira

Apresentação do Grupo Trupe de Triões. Foto: Gilberto Pereira

Apresentação do Grupo Trupe de Triões. Foto: Gilberto Pereira


Banca participa abertura


 
Alunos, pais e professores lotaram o Teatro Rondo Pacheco






terça-feira, 14 de outubro de 2014

Ciência na Praça


No sábado, dia 11 de outubro, o Museu Dica,em parceria com a Secretaria de Gestão Estratégica, Ciência e Tecnologia, realizou o "Ciência na Praça" ,primeiro evento que integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Uberlândia. O estande montado na praça Clarimundo Carneiro, contou com a presença dos monitores do Dica para mostra científica e divulgação do cronograma da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.
Foram entregues folhetos e cartões com as atividades da SNCT - Uberlândia 2014 e as atividades começaram no final da tarde. Também, na praça.  havia  Feira de Artesanato e a apresentação musical “Chorinho no Coreto”.
O telescópio permitiu perceber como a luz apresenta aspectos diferentes quando vista de longe. Foto: Priscila Diniz
O telescópio do museu, foi montado ao lado do estande e despertou a curiosidade dos visitantes. A monitora Analice Alves explica que “como o dia estava muito nublado, não fo possível ver nenhum astro no céu. Então posicionamos o telescópio para ver a lâmpada no topo de um prédio distante da praça”. O intuito foi mostrar que, de longe, a lâmpada do prédio era apenas mais uma luz na cidade, mas com a lente do telescópio via-se em detalhes a cor vermelha da mesma.
A artesã, Andrea Zapparoli, costuma levas as duas filhas à praça para assistir as apresentações de “chorinho” e ver as banquinhas de artesanato. “Eu achei muito interessante essa ideia sobre a ciência aplicada no cotidiano, porque a gente pensa que ciência fica só dentro dos laboratórios e que a população não precisa ter acesso e eu vi que os aparelhos tem aplicabilidade no cotidiano”. Ela ainda confessa que à princípio não queria visitar o estande do Museu Dica por achar que seria algo só para os estudiosos da ciência, mas pode perceber o quanto pode divertir e aprender junto com as filhas..
Andrea e as filhas visitam estande. Foto: Priscila Diniz





Veja mais algumas fotos:

Ciência na Praça. Foto: Gilberto Pereira

O monitor Pedro explica como funciona ilusão de ótica. Foto: Gilberto Pereira
Ivair explica para visitantes como funciona o painel solar.

Visitantes do Ciência na Praça. Foto: Gilberto Pereira



O prefeito Gilmar Machado também marcou presença e participou das brincadeiras.




Priscila Diniz
Estudante do Curso de Jornalismo/ UFU
Estagiária Museu Dica

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Escola Américo René Giannetti prepara feira de ciências

O evento contou com a presença de avaliadores para a Ciência Viva

Nos dias 03 e 08 de outubro, aconteceu na Escola Estadual Américo René Giannetti, feiras de ciências organizadas pelo professor de física Flávio Antônio Martins. As apresentações foram divididas no primeiro dia para os alunos do 2º ano do ensino médio, e no segundo dia para os alunos do 1º ano do ensino médio. O objetivo foi selecionar os trabalhos que serão apresentados na Feira Ciência Viva, e, por isso, a ênfase dos trabalhos teve foco no tema central deste ano : “Ciência, tecnologia e desenvolvimento social.”

Na escola foram montados stands para cada grupo e os trabalhos apresentados variaram entre os subtemas: biotecnologia e desenvolvimento social; tecnologia para melhoria da mobilidade urbana; engenharia e desenvolvimento social; o uso do laser na medicina; sustentabilidade e desenvolvimento social; dessanilização da água do mar; fertilizantes feitos por uréia bovina; tecnologia e mobilidade no espaço urbano; energia eólica, energia nuclear, energia solar, energia termoelétrica e energia fotovoltaica.

O aluno Breno Henrique Corrêa Guimarães, do 2º ano, desenvolveu, junto ao seu grupo, uma proposta da dessanilizar a água do mar para o uso residencial. “Estamos vivenciando a escassez de água doce, e a questão é controlar esse problema. Fizemos o levantamento de tudo e o investimento inicial seria de R$37.000,00, sendo que o valor da conta de água ficaria em torno de 35 centavos a cada 20 litros”, afirma. O estudante ainda complementa que este é um projeto atual e pode resolver o problema de escassez da água de uma forma sustentável, já que foi planejada uma quantidade  limite de retirada da água do mar e seu tratamento para retornar ao oceano.

Estudar a produção de energia elétrica foi um tema com grande foco dos alunos do 1º ano do ensino médio. Foram construídas várias maquetes com a intenção de demonstrar as mais variadas formas de produção de energia e visando a sustentabilidade. O aluno Abner Everton Bruno, do 1º ano do ensino médio, desenvolveu com sua equipe uma maquete que demonstra a produção de energia nuclear. Segundo o estudante “este projeto é importante para o desenvolvimento social já que trabalha com uma energia que não depende do vento nem do sol e também utiliza pouca água”.



video
Alunos apresentam maquete que demonstra produção de energia nuclear

Utilizar a energia mecânica para transformar em energia elétrica foi a ideia que Beatriz Cristina Gonçalves teve junto ao seu grupo. A intenção foi produzir uma manivela, como se fosse os pedais de uma bicicleta, gerando a energia necessária para as lanternas ou então motorização das bikes.”É uma forma mais sustentável já que hoje o tema das ciclovias está muito em evidência para conseguirmos uma trânsito mais organizado e menos poluente. A ideia geral é trabalhar com o plano de que a energia mecânica pode ser transformada em energia elétrica de forma menos poluente.

Manivela demonstra a energia mecânica transformada em energia elétrica

O professor Flávio afirma que trabalhou a leitura de vários artigos científicos a fim de orientar a produção dos trabalhos na feira. “Os alunos tiveram dois meses para fazerem os projetos e prepararem a apresentação e muitos alunos me surpreenderam com suas pesquisas e a propostas.”
Durante as apresentações, os grupos eram chamados no anfiteatro da escola onde eram feitas explicações e demonstrações dos seus projetos para uma equipe avaliadora de professores alunos do Curso de Física da UFU, à fim de selecionar os melhores trabalhos para a Feira Ciência Viva.


Veja fotos do evento:

créditos Priscila Diniz
Projeto de alunos propõem utilizar energia eólica em conjuntos habitacionais

Energia eólica em conjuntos habitacionais

Equipe apresenta energia solar como mais sustentável e limpa

Grupo explica funcionamento da energia nuclear instalada em zona urbana

Trabalho mostra o uso da energia eólica no campo

Maquete demonstra uso da energia solar em residências

Alunas do Projeto Equilíbrio Verde apresentam trabalho

Maquete do Projeto Equilíbrio Verde

Apresentação sobre melhoria da mobilidade urbana

Alunos apresentam proposta de projeto para feira Ciência Viva

Alunas discutem o uso da radiação na Radioterapia

Alunas apresentam história do desenvolvimento da tecnologia


Estudantes apresentam proposta para implantação de aplicativos de linhas para ônibus, bem como televisores no veículos com a rota entre os terminais.

A proposta destas estudantes do 2º ano do ensino médio foi criar utilizantes naturais a partir da uréia contida na urina das vacas.

A maquete representa proposta sobre mobilidade urbana 

Crianças assistem apresentação do projeto sobre laser na medicina.

Equipe apresenta conceitos sobre o uso do laser na medicina.

A biotecnologia e o desenvolvimento social é conceituada no banner e bem representada por equipe

Alunas da equipe Equilíbrio Verde apresentam proposta sustentável

Alunos apresentam na feira de ciências da E.E. Américo René Giannetti

Maquete apresentada durante a feira de ciências na E.E. Américo René Giannetti

Professor avalia trabalho que promove sustentabilidade, mobilidade urbana e desenvolvimento social

Equipe e maquete do Projeto Equilíbrio Verde

Alunas apresentam maquete em feira a de ciências na E.E. Américo René Giannetti

Maquete tem destaque nas apresentação da feira de ciências da E.E. Américo René Giannetti



Apresentação sobre energia eólica durante a feira de ci~encias


Apresentação do trabalho "Computação e Telecomuniação"

Alunas apresentam proposta sobre equilíbrio entre homem e natureza

Alunos e maquete sobre trabalho que propõem a tecnologia como solução da mobilida urbana, principalmente o transporte público.

Professor Flávio e alunas apresentam Projeto Equilíbrio Verde.



Priscila Diniz
Estudante do Curso de Jornalismo/ UFU
Estagiária Museu Dica