quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Escola Américo René Giannetti prepara feira de ciências

O evento contou com a presença de avaliadores para a Ciência Viva

Nos dias 03 e 08 de outubro, aconteceu na Escola Estadual Américo René Giannetti, feiras de ciências organizadas pelo professor de física Flávio Antônio Martins. As apresentações foram divididas no primeiro dia para os alunos do 2º ano do ensino médio, e no segundo dia para os alunos do 1º ano do ensino médio. O objetivo foi selecionar os trabalhos que serão apresentados na Feira Ciência Viva, e, por isso, a ênfase dos trabalhos teve foco no tema central deste ano : “Ciência, tecnologia e desenvolvimento social.”

Na escola foram montados stands para cada grupo e os trabalhos apresentados variaram entre os subtemas: biotecnologia e desenvolvimento social; tecnologia para melhoria da mobilidade urbana; engenharia e desenvolvimento social; o uso do laser na medicina; sustentabilidade e desenvolvimento social; dessanilização da água do mar; fertilizantes feitos por uréia bovina; tecnologia e mobilidade no espaço urbano; energia eólica, energia nuclear, energia solar, energia termoelétrica e energia fotovoltaica.

O aluno Breno Henrique Corrêa Guimarães, do 2º ano, desenvolveu, junto ao seu grupo, uma proposta da dessanilizar a água do mar para o uso residencial. “Estamos vivenciando a escassez de água doce, e a questão é controlar esse problema. Fizemos o levantamento de tudo e o investimento inicial seria de R$37.000,00, sendo que o valor da conta de água ficaria em torno de 35 centavos a cada 20 litros”, afirma. O estudante ainda complementa que este é um projeto atual e pode resolver o problema de escassez da água de uma forma sustentável, já que foi planejada uma quantidade  limite de retirada da água do mar e seu tratamento para retornar ao oceano.

Estudar a produção de energia elétrica foi um tema com grande foco dos alunos do 1º ano do ensino médio. Foram construídas várias maquetes com a intenção de demonstrar as mais variadas formas de produção de energia e visando a sustentabilidade. O aluno Abner Everton Bruno, do 1º ano do ensino médio, desenvolveu com sua equipe uma maquete que demonstra a produção de energia nuclear. Segundo o estudante “este projeto é importante para o desenvolvimento social já que trabalha com uma energia que não depende do vento nem do sol e também utiliza pouca água”.



video
Alunos apresentam maquete que demonstra produção de energia nuclear

Utilizar a energia mecânica para transformar em energia elétrica foi a ideia que Beatriz Cristina Gonçalves teve junto ao seu grupo. A intenção foi produzir uma manivela, como se fosse os pedais de uma bicicleta, gerando a energia necessária para as lanternas ou então motorização das bikes.”É uma forma mais sustentável já que hoje o tema das ciclovias está muito em evidência para conseguirmos uma trânsito mais organizado e menos poluente. A ideia geral é trabalhar com o plano de que a energia mecânica pode ser transformada em energia elétrica de forma menos poluente.

Manivela demonstra a energia mecânica transformada em energia elétrica

O professor Flávio afirma que trabalhou a leitura de vários artigos científicos a fim de orientar a produção dos trabalhos na feira. “Os alunos tiveram dois meses para fazerem os projetos e prepararem a apresentação e muitos alunos me surpreenderam com suas pesquisas e a propostas.”
Durante as apresentações, os grupos eram chamados no anfiteatro da escola onde eram feitas explicações e demonstrações dos seus projetos para uma equipe avaliadora de professores alunos do Curso de Física da UFU, à fim de selecionar os melhores trabalhos para a Feira Ciência Viva.


Veja fotos do evento:

créditos Priscila Diniz
Projeto de alunos propõem utilizar energia eólica em conjuntos habitacionais

Energia eólica em conjuntos habitacionais

Equipe apresenta energia solar como mais sustentável e limpa

Grupo explica funcionamento da energia nuclear instalada em zona urbana

Trabalho mostra o uso da energia eólica no campo

Maquete demonstra uso da energia solar em residências

Alunas do Projeto Equilíbrio Verde apresentam trabalho

Maquete do Projeto Equilíbrio Verde

Apresentação sobre melhoria da mobilidade urbana

Alunos apresentam proposta de projeto para feira Ciência Viva

Alunas discutem o uso da radiação na Radioterapia

Alunas apresentam história do desenvolvimento da tecnologia


Estudantes apresentam proposta para implantação de aplicativos de linhas para ônibus, bem como televisores no veículos com a rota entre os terminais.

A proposta destas estudantes do 2º ano do ensino médio foi criar utilizantes naturais a partir da uréia contida na urina das vacas.

A maquete representa proposta sobre mobilidade urbana 

Crianças assistem apresentação do projeto sobre laser na medicina.

Equipe apresenta conceitos sobre o uso do laser na medicina.

A biotecnologia e o desenvolvimento social é conceituada no banner e bem representada por equipe

Alunas da equipe Equilíbrio Verde apresentam proposta sustentável

Alunos apresentam na feira de ciências da E.E. Américo René Giannetti

Maquete apresentada durante a feira de ciências na E.E. Américo René Giannetti

Professor avalia trabalho que promove sustentabilidade, mobilidade urbana e desenvolvimento social

Equipe e maquete do Projeto Equilíbrio Verde

Alunas apresentam maquete em feira a de ciências na E.E. Américo René Giannetti

Maquete tem destaque nas apresentação da feira de ciências da E.E. Américo René Giannetti



Apresentação sobre energia eólica durante a feira de ci~encias


Apresentação do trabalho "Computação e Telecomuniação"

Alunas apresentam proposta sobre equilíbrio entre homem e natureza

Alunos e maquete sobre trabalho que propõem a tecnologia como solução da mobilida urbana, principalmente o transporte público.

Professor Flávio e alunas apresentam Projeto Equilíbrio Verde.



Priscila Diniz
Estudante do Curso de Jornalismo/ UFU
Estagiária Museu Dica

0 comentários:

Postar um comentário